— — Aula 010 – 08.10.2016

Orixá Ancestral, de frente e Ajuntó

A dúvida dos Umbandistas sobre seu Orixá de cabeça é um assunto intrigante.

Importante é saber que todos somos gerados por Deus e somos fatorados por uma de suas divindades, que nos magnetiza em sua onda fatoradora e nos distingue com sua qualidade divina.

fonte: https://i1.wp.com/www.machadodaluzdourada.com.br/imagens/Orixas/FilhosOrixas.png

Somos fatorados por uma de suas divindades, que nos magnetiza em sua onda fatoradora?

FATOR / ORIXÁ / QUALIDADE

Fator Congregador

(Fé)

•Oxalá – Magnetizador

•Oyá – Cristalizadora

Fator Agregador

(Amor)

•Oxum – Conceptiva

•Oxumaré – Renovador

Fator Expansor

(Conhecimento)

•Oxóssi – Expansor

•Obá – Concentradora

Fator Equilibrador

(Justiça)

•Xangô – Racionalizador/equilibrador

•Egunitá – Energizadora

Fator Ordenador

(Lei)

•Ogum – Ordenador

•Iansã – Direcionadora

Fator Evolutivo

(Saber)

•Obaluaiê – Transmutador

•Nanã – Decantadora/purificadora

Fator Gerador

(Vida)

•Yemanjá – Criacionista

•Omulu – Paralisador

 

•Oxalá é magnetizador da Fé;

•Oyá é cristalizadora da Religiosidade;

•Oxum é concebedora do Amor;

•Oxumaré é renovador da Concepção;

•Oxóssi é expansor do Conhecimento;

•Obá é concentradora do Raciocínio;

•Xangô é equilibrador da Justiça;

•Egunitá é energizadora da Razão;

•Ogum é ordenador da Lei;

•Iansã é direcionadora do Caráter;

•Obaluaiê é transmutador da Evolução;

•Nanã é decantadora dos Sentidos;

•Yemanjá é geradora da Criatividade;

•Omulu é estabilizador da Geração.

“…Não estamos nos referindo ao espírito que “encarnou” no plano material, e sim ao ser que acabou de ser gerado por Deus e foi atraído pelo magnetismo de uma de suas divindades, que, por serem unigênitas (únicas geradas) transmitem naturalmente a qualidade que são em si mesmas aos seus “herdeiros”, aos quais imantam com seus magnetismos divinos e dão uma ancestralidade imutável, pois é divina, e jamais ela deixará de guiá-los porque a natureza íntima de cada um será formada na qualidade que o distinguiu, fatorando-o”.

Alguém pode reencarnar mil vezes, e sob as mais diversas irradiações, que nunca mudará sua natureza íntima. Agora, a cada encarnação ele será regido por um orixá de frente (o que o guiará enquanto viver na carne) e será equilibrado por outro orixá que será o auxiliar (o ajuntó) desse orixá de frente ou da “cabeça”.

O termo “orixá da cabeça” quer dizer que ele regerá a encarnação do ser.

O Orixá de frente, como o próprio nome sugere, influenciará o tempo todo, pois está de “frente” para ele. Sim, o orixá da cabeça está à nossa frente nos atraindo mentalmente para seu campo de ação e para o seu mistério, ao qual absorveremos e desenvolveremos algumas faculdades regidas por ele. Já o orixá ajuntó, este é um equilibrador do ser e atuará através do seu emocional, hora estimulando-o e hora apassivando-o, pois só assim o ser não se descaracterizará e se tornará irreconhecível dentro do seu grupo familiar ou tronco hereditário, regido pelo seu orixá ancestral.

fonte: https://i2.wp.com/umbandaemsantos.com.br/Imagens%20usadas/estrutura2.jpg

Como podemos identificar esses Orixás ? A primeira resposta é simples “Conhece-te a ti mesmo

Depois podemos observar nosso guia de frente, ou seja, aquele espírito que incorpora na linha do Orixá de frente que rege minha atual encarnação e também o espírito que atua na linha da esquerda em nossas coroas (guia de cabeça) após a segunda cachoeira e suas confirmações.

Orixá ancestral é aquele que magnetizou o ser assim que ele foi gerado por Deus, e o distinguiu

com sua qualidade original e natureza íntima, imutáveis e eternas.

Orixá de frente é aquele que rege a atual encarnação do ser e o conduz numa direção na qual o ser absorverá sua qualidade e a incorporará às suas faculdades, abrindo-lhes novos campos de atuação e

crescimento interno.

Orixá ajuntó é aquele que forma par com o orixá de frente, apassivando ou estimulando o ser,

sempre visando seu equilíbrio íntimo e crescimento interno permanente.

fonte: https://i1.wp.com/umbandaemsantos.com.br/Imagens%20usadas/Orix%C3%A1s%20-%20Mensagens%20dos%20Orix%C3%A1s.png

 

Banhos, Defumações e Descarregos

A magia de Umbanda recorre aos banhos, às defumações e às descargas, porque são ótimos recursos energéticos que, se aplicados dentro de um contexto religioso, energizam, purificam e limpam tanto a aura da pessoa quanto seu corpo físico e o energético.

fonte: https://i0.wp.com/static.wixstatic.com/media/bc40ef_eb9214a42c7948e8ac6a284b04320065.jpg

 

BANHOS

Os banhos à base de ervas aromáticas têm um uso misto, pois tanto os religiosos quanto os leigos os apreciam, e usam de óleos a resinas especiais para este fim.

Mas o melhor banho é aquele que é feito com o uso de ervas frescas e com qualidades (essências) curadoras ou desagregadoras de cascões e larvas astrais.

Um banho é feito assim:

Leva-se um caldeirão com uns dois litros de água ao fogo, quando ela ferver colocam-se as ervas dentro, tampa-se o caldeirão e apaga-se o fogo, deixando que esfrie naturalmente, pois assim a água vai esfriando e absorvendo as essências das ervas, potencializando-as, para quando forem derramadas sobre o corpo da pessoa. Que deve tomar um banho higiênico antes, usando um sabonete neutro.

Já nos banhos feitos com sais e minerais ou resinas, os elementos têm que ser colocados com a água ainda fria, e à medida que ela for fervendo eles irão liberando suas essências, que serão absorvidas pela água quente.

A água fria não desagrega as formações minerais ou salinas e não absorve suas energias em suas moléculas.

DEFUMAÇÕES

fonte: https://i0.wp.com/www.imperiodacultura.com.br/blog/wp-content/uploads/2016/01/defumador.jpg

A defumação é um ótimo recurso energético para purificar os ambientes sobrecarregados de energias negativas e mesmo as pessoas, cujo magnetismo atrai energias negativas condensadas nos seus locais de trabalho ou de diversão, e mesmo das que absorvem das pessoas à sua volta.

O uso religioso das defumações é muito antigo e é muito usado pelos sacerdotes, pois um templo é o local aonde as pessoas vão para descarregar seus emocionais, e o forte magnetismo ali existente

desagrega os acúmulos das auras, retendo-as em seu interior.

Então a defumação visa purificar o ambiente e dissipar as condensações ali acumuladas.

Em um lar, o ideal é fazer uma defumação por semana, principalmente nos quartos de dormir e salas de visita.

Uma boa defumação é feita com um turíbulo cheio de brasas, sobre as quais vão se derramando folhas e caules de ervas próprias para este fim.

DESCARGAS OU DESCARREGO

As descargas ou “descarregos” afastam determinadas perturbações espirituais ou obsessões que estão atuando sobre uma pessoa, uma residência, uma casa de comércio ou até mesmo contra os médiuns de um templo de Umbanda.

A pólvora é um dos elementos mais usados em um descarrego, quando é riscado um ponto mágico com ela e é ateado fogo. Com a queima da pólvora acontece uma explosão e um deslocamento de energia que penetra no campo magnético da pessoa, desagregando cascões astrais, queimando acúmulos de energias e possíveis espíritos perturbadores.

Também conhecemos descarregos com pipoca, com folhas de ervas específicas, quando são feitos os sacudimentos; banhos de mar e de cachoeira.

As ervas e suas utilidades astrais

Arruda (Ruta graveoleos) – Ótimo protetor astral, desagrega as larvas astrais e energias enfermiças. Quebra as formações energéticas negativas, resultantes das egrégoras de pensamentos negativos e atuações do baixo astral.

Alecrim (Rosmarinus officinalis) – Desagrega energias enfermiças, limpa e purifica o ambiente

criando uma “esfera” de proteção, boa contra obsessão, afasta a tristeza.

Alfazema (Lavandula augustifolia ou Vera) – Ajuda a equilibrar nossas energias, limpa e purifica o ambiente trazendo a paz e harmonia.

ervas-001

Anis-estrelado (Illicium verum)– Atua melhorando nosso humor, desperta a intuição, torna o ambiente agradável e desagrega energias negativas.

Absinto – Losna (Artemisia absinthium) – Em banhos, desagrega fluidos negativos. Na defumação, afasta influência negativa.

Alho (casca) (Allium sativum) – Desagrega as energias negativas de ordem sexual, protege contra influências negativas e purifica o ambiente.

Artemísia (Artemisia vulgaris) – Quebra as egrégoras de pensamentos negativos e traz proteção.

ervas-002

Bambu (Oxytenanthera abyssinica) – Contra influências negativas.

Botões de flor de laranjeira – Para o amor.

Camomila (Matricaria chamomilla) – Calmante, contra depressão e ansiedade.

Cana-de-açúcar (palha e bagaço) – Dá força e vigor para enfrentar as situações do dia a dia.

Canela (Cinnamomun zeylanicun ness) – Condensador de fluidos benéficos, destrói miasmas astrais, afrodisíaco, atrai a prosperidade.

ervas-003

Erva Doce (Pimpinella anisum) – Acalma e harmoniza o ambiente, desagregando energias enfermiças e nocivas.

Girassol (folhas) – Excelente condensador de fluidos positivos, ajuda a aguçar a intuição.

Guiné (Petiveria alliacea) – Quebra formas-pensamento baixas e ajuda na comunicação com os bons espíritos. Bom contra obsessões de natureza sexual.

Hortelã (Mentha piperita) – Bom para proteção e contra o desânimo.

ervas-004

Ipê amarelo – Para harmonizar ambientes.

Laranja (flor, folhas e casca) – Estimula o amor nos tornando mais atraentes, também torna o ambiente mais agradável e “leve”.

Levante – Bom para proteção e abertura de caminhos.

Limão (casca) – Queima os fluidos negativos e enfermiços.

ervas-005

Lírio – Bom para nos tornar mais puros, simples e humildes; estimula nosso lado compreensivo e amoroso.

Louro (Laurus nobilis) (a folha do sacerdote) – Excelente para aguçar a intuição e para a prosperidade.

Maçã (folhas, flores e casca) – Desperta nossa sensibilidade ao amor e aumenta nosso poder magnético de atrair o que nos agrada.

Malva (Malva parviflora) – Acalma e desperta a sensibilidade.

ervas-006

Manjericão (Ocimun basilicum) – Ótimo para tirar as energias negativas, trazer vida ao ambiente e às pessoas, aumenta o magnetismo pessoal, atua contra a depressão e ansiedade.

Maracujá (Passiflora alata dryand) (flor) – Para fortalecer nossos laços de amizade.

Melissa (Melissa oficinallis) – Acalma os ânimos nos tornando mais alegres, limpa e sutiliza o corpo astral.

Morango (folhas e fruto) – Desperta o prazer em todos os sentidos.

ervas-007

Noz-moscada – Aguça a intuição, ajuda na comunicação astral e é boa para a prosperidade.

Poejo – Ótima para proteção e para acalmar os ânimos.

Pitanga (Eugenia uniflora) (folhas) – Prosperidade e proteção.

Patchuli (Pogostemon patchouly) – Bom para o amor, prosperidade e intuição, fortalecendo o magnetismo pessoal.

ervas-008

Salsa – Usada para a proteção, afasta a negatividade.

Sálvia (Salvia officinalis) – Considerada a erva da saúde, serve para limpeza, proteção e intuição.

Rosa branca – Desperta o amor à espiritualidade.

Rosa vermelha – Desperta a paixão.

ervas-009

Rosa cor-de-rosa – Desperta o amor maternal, filial e fraternal.

Romã (casca e flores) – Utilizada para a prosperidade, protege contra as emanações provindas da

inveja e do ódio.

Orquídea – Desperta a libido.

ervas-010

 

Exemplos de banhos e defumações

Para depressão e purificar a aura: Salsinha, anis-estrelado e alecrim;

Acabar com os males e desagregar energias negativas: Banho de cerveja;

Bom para a saúde, ajuda a fortalecer pessoas debilitadas: Banho de leite com levante (feito às terças e quintas feiras);

Contra a insônia: Pétalas de rosa, Erva-sândalo, Hortelã e cravo da Índia;

Descarrego de energias pesadas: Manjericão, Alecrim, Mirra, Alfazema e Arruda;

Para afastar a obsessão e alcoolismo: Alho, salsão, arruda, guiné, espada de São Jorge, folha de fumo, folha de mangueira, levante e cipó mil-homens;

Para abrir caminhos: Açucena, agrião, angico, aroeira e espada de São Jorge;

Para ajudar no desenvolver da espiritualidade: Jasmim, anis-estrelado e alfazema.

Defumação para Purificar o espírito e fortalece o mental: Levante, alecrim e hortelã ;

Para descarga de energias sexuais densas: Cravo, canela, casca de alho roxo, erva-doce, casca de limão.

 

Flores para os Orixás

  • OXALÁ: rosa branca, lírio branco, margarida branca, copo de leite, girassol, jasmim, lágrima de Cristo, lírio da paz;
  • OYÁ: rosa amarela, rosa champanhe, crisântemo amarelo, liziantro;
  • OXUM: rosa cor-de-rosa, flores do campo, flor da fortuna, lírio amarelo e rosa, rosa amarela, calêndula, camomila;
  • OXUMARÉ: flores do campo coloridas, flor de laranjeira, hortênsia;
  • OXÓSSI: flores do campo coloridas, crisântemos coloridos, flores silvestres;
  • OBÁ: gérbera magenta, azaleia cores vivas;
  • XANGÔ: palma vermelha, bico de papagaio, cravo vermelho, margaridas vermelhas, gérbera vermelha;
  • EGUNITÁ: rosa laranja, gérbera laranja, begônia, tulipa;
  • OGUM: Antúrio vermelho, cravo vermelho.
  • IANSÃ: palma amarela, rosa amarela, tango amarelo, boca de leão amarela, gérbera amarela, girassol, crisântemo amarelo;
  • OBALUAYÊ: crisântemo branco, margarida branca;
  • NANÃ: palma lilás, crisântemo lilás, violeta, azaleia lilás;
  • IEMANJÁ: palma branca, rosa branca, azaleia, hortênsia;
  • OMULU: crisântemo branco, cravo branco, crisântemo roxo.

 

Cristais e os Orixás

OXALÁ – Cristais translúcidos e Pedras Brancas;

LOGUNAN / OYÁ-TEMPO – Quartzo fumê Rutilado e Cristais com Inclusões;

IEMANJÁ – Água Marinha, Topázio Azul;

OMULU – Ônix, Vassoura da Bruxa;

NANÃ – Ametista, Sugilita, Fluorita Lilás;

OBALUAYÊ – Turmalina Negra, Basalto;

IANSÃ – Citrino, Cristal com Enxofre;

OGUM – Granada, Hematita, Magnetita;

EGUNITÁ – Ágata de Fogo, Topázio, Calcita Laranja;

XANGÔ – Jaspe Vermelho, Bauxita;

OXUM – Quartzo Rosa, Lepdolita, Rubi;

OXUMARÉ – Fluorita Multicolorida, Turmalina Melancia;

OXÓSSI – Quartzo Verde, Esmeralda;

OBÁ – Turmalina Verde, Madeira Petrificada.

Fonte:  Angélica Lisanty – Litoterapeuta

 

Anúncios