— — Aula 009 – 03.09.2016

Corpos

São as ferramentas de ação do espírito, que lhe dá condição de operar e manifestar-se nas mais variadas faixas vibratórias de que é constituído cada orbe onde habita e faz sua evolução. São em número de sete. Interagem entre si e com o meio onde vibram, através dos Níveis Conscienciais e demais elementos e estruturas do espírito, formando e constituindo a individualidade eterna.

corpos

Como vimos no último estudo, o número sete sempre teve uma importância muito grande para a humanidade e neste encontro falaremos da divisão setenária do homem, ou seja, falaremos dos Sete Corpos. Podemos dizer que estes corpos são estágios de consciência.

Estamos acompanhando o que podemos chamar de evolução, por que não ? Em relação ao campo científico, onde em maioria sob uma visão totalmente material que adota e aceita apenas o corpo físico, já é possível ouvir sobre Cientistas que aceitam a colocação sobre outras influências sobre o corpo físico, ou seja, há por parte de alguns a visão de que por trás do corpo material existe algo sobrenatural.

imagem2

Há diversos grupos com diferentes crenças. Alguns falam sobre dualidade, corpo e alma seguindo a linha de pensamento onde tudo é dual, ou seja, há os opostos, amor e ódio, sombra e luz, caos e ordem, etc. Outros acreditam em Corpo, Alma e Espírito.

Os Sete Corpos

 

Corpos espirituais, corpos ou dimensões psíquicas, níveis mentais ou consciências, são termos que vem sendo usados para expressar a constituição do Homem em sua plenitude. O Ser humano é composto de vários corpos superpostos, mas só é possível ver o corpo físico, por ser constituído da parte mais densa de energia. É um corpo que para funcionar adequadamente e expressar as qualidades próprias de cada indivíduo recebe estímulos de outros corpos.  (Fonte: Fraternidade Espírita Fonte de Amor – Curso Básico de Apometria 2009)

O corpo humano é uma complexa rede de energia, composta de nadis (vasos). Através destes meridianos  que os estímulos magnéticos passam, permitindo que o corpo físico funcione. As portas de entrada destes meridianos são os chakras, que estão distribuídos por todo o corpo sendo os principais os que correspondem às glândulas endócrinas. Para que as glândulas funcionem de modo equilibrado, os chakras devem estar equilibrados. Bloqueios energéticos nos chakras tendem a dificultar a função normal da glândula correspondente (Fonte: Fraternidade Espírita Fonte de Amor – Curso Básico de Apometria 2009)

fonte: https://i2.wp.com/www.yinyoga.com/images/nadis.gif

A palavra Nadi é originária do Sânscrito, e significa “tubo”, “vaso” ou “veia”. Segundo a cultura chinesa, os Nadis são chamados de Meridianos. São os canais energéticos que conduzem Prana (Energia Vital) pelo nosso corpo.

Os Nadis começam no centro dos Chakras e fluem para a periferia tornando-se cada vez mais finos. Diz-se haver 72.000 Nadis no nosso corpo e há teorias que falam até em 350.000 mas a verdade é que não se sabe ao certo qual o número de Nadis que existe.(Fonte: http://dicasterapeuticas.blogspot.com.br, acesso em 14.04.2016)

Chakras e glândulas correspondentes

 

fonte: https://tcmies.files.wordpress.com/2016/10/31135-sistemaendocrinoglandulas.jpg?w=300&h=225

CHAKRAS  PLEXOS  GLÂNDULAS  REF./ FISICO
 Coronário  Carotídeo  Pineal/Epífise  Sobre a cabeça
 Frontal  Cavernoso  Hipófise/pituitária  Glabela (espaço compreendido entre as sobrancelha)
 Laríngeo  Gutural  Tireóide/paratireóide  Garganta
 Cardíaco  Torácico  Timo/coração  Coração
 Umbilical  Solar  Pâncreas  Umbigo
 Esplênico  Lombar  Supra-renais  Baço
 Básico  Coccígeo/Sacro  Gônadas Períneo (grupo muscular de sustentação /órgãos pélvicos (bexiga, útero, reto, uretra, vagina e ânus) e pela continência urinária e fecal; sendo também muito importantes para a sexualidade e reprodução

 

Os Sete Corpos ou níveis de consciência

 

CORPO FÍSICO É objeto de estudo das Ciências biológicas. Para os espiritualistas reencarnacionistas (espíritas, teosofistas, esoteristas, umbandistas, budistas, hinduísta, e outros), o corpo físico é o instrumento para manifestação, experimentação e aprendizagem no mundo físico. Corpo e meio físico pertencem à mesma dimensão eletromagnética. Carcaça de carne, algo semelhante a um escafandro, pesado e quase incômodo, é constituído de compostos químicos habilmente manipulados pelo fenômeno chamado vida. Instrumento de suporte passivo, recebendo a ação dos elementos anímico-espirituais, constituído de compostos químicos originários do próprio planeta. São milhares de vidas organizadas e administradas pela vida e comando do espírito. O único estudado e relativamente conhecido pela ciência oficial. Nele, somatizam-se os impulsos desarmônicos oriundos dos demais corpos, níveis ou sub-níveis da consciência, em forma de doenças, desajustes ou desarmonias, que são simples efeitos e não causa.

CORPO ETÉRICO Envolve o corpo físico, tem estrutura extremamente tênue, invisível ao olho humano, de natureza eletromagnética e comprimento de onda superior ao ultravioleta, razão porque é dissociado por esta. Quando exsudado de sensitivos ou médiuns proporciona os fenômenos espirituais que envolvem manifestações de ordem física como “materializações”, teletransporte, dissolução de objetos e outros. O material exsudado é conhecido por ectoplasma. Fragmentos deste material foram analisados em laboratórios e mostraram-se predominantemente, constituídos por elementos protéicos. Tal substância dissocia-se rapidamente pela ação da luz, porque a energia radiante da luz é mais forte do que a energia de coesão molecular que liga suas moléculas. O duplo etérico tem a função de estabelecer a saúde, automaticamente, sem a interferência da consciência. Funciona como mediador plástico entre o corpo astral e o corpo físico. Possui individualidade própria, mas não tem consciência. Promove a ação de atos volitivos, desejo, emoções, etc., nascidos na “Consciência Superior”, sobre o corpo físico ou cérebro carnal.

ex·su·dar |eis| ou |es|
verbo transitivo
  1. Suar; transpirar.
verbo intransitivo
  1. Sair em forma de suor ou gotas.
“exsudado”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008 2013, https://www.priberam.pt/dlpo/exsudado [consultado em 16-04-2016].

CORPO ASTRAL Tem a forma humana. Invólucro espiritual mais próximo da matéria, que podem ser vistos pelos médiuns clarividentes. Esta estrutura corpórea sutil, todos os espíritos a possuem. Assim como o corpo para os humanos é tão necessário, para os espíritos é também necessária para a sua manifestação, na dimensão em que se encontram no Astral.

O Corpo Astral tem ainda a função da sensibilidade, dor ou prazer, registro das emoções sob vontade, desejos, vícios, sentimentos, paixões, etc., que nele são impressos pela força do psiquismo. Este corpo é utilizado no mundo espiritual para incorporar espíritos já desprovidos dele, tal como nossas incorporações mediúnicas. O Corpo Astral pode desencaixar (desdobrar) do Físico por anestesia, coma alcoólico, droga, choque emotivo ou desdobramento apométrico da mesma forma que o Duplo Etérico. É com ele que, nos trabalhos com a técnica da Apometria, projeções astrais conscientes ou por sonho, viajamos e atuamos no tempo e no espaço. Tem a condição de desdobrar-se em sete sub-níveis conservando sua consciência e faculdades.

CORPO MENTAL INFERIOR é o veículo de que se utiliza o eu cósmico para se manifestar como intelecto concreto e abstrato; nele a vontade se transforma em ação, depois da escolha subjacente ao ato volitivo. Campo do raciocínio elaborado, dele brotam os poderes da mente, os fenômenos da cognição, memória e de avaliação de nossos atos, pois que é sede da consciência ativa, manifestada. Enquanto do corpo astral fluem as sensibilidades físicas e as emoções, o veículo mental pode ser considerado fonte da intelectualidade.

Onde residem as formas de pensamento. Tais formas tem cores adicionais, superpostas e que, na realidade, emanam do nível emocional. Pensamentos habituais tornam-se forças “bem-formadas” muito poderosas, que depois exercem influência sobre a vida. É sede das percepções simples e objetivas como de objetos, pessoas, etc. É importante veiculo de ligação e harmonização da razão-emoção. Viciações oriundas de desregramento sexual, uso de drogas outras podem atingir, se fixar e danificar este corpo.

Relacionado com o Ego inferior ou Personalidade encarnada, quando em desequilíbrio, gera sérias dificuldades comportamentais tais como comodismo, busca desenfreada de prazeres mundanos, vícios etc. É o primeiro grande banco de dados onde a mente física busca as informações.

Normalmente sua forma é ovalada.

CORPO MENTAL SUPERIOR onde reside a memória criativa. Pode ser percebido pela vidência. Este corpo é o segundo grande banco de dados de que dispõe o ser. Ele elabora e estrutura princípios e idéias abstratas, buscando sínteses ou conclusões que por sua vez são geradoras de novas idéias e assim por diante, infinitamente. É também conhecido como corpo causal. Elabora princípios e idéias abstratas, realiza análise, sínteses e conclusões. É sede das virtudes e de graves defeitos. Detentor da vontade e imaginação, é normalmente o gerenciador dos programas e ações do ser. Apega-se facilmente ao mando e poder, é o nível que tem o atributo do domínio do meio onde o ser vive, podendo por alguma contrariedade reagir negativamente a esse meio.

Observação: A força da mente é poderosa e pode fazer o bem ou o mal, consoante, a intenção com que é projetada. Alguém já disse que todo pensamento bom é uma oração e todo o pensamento mau é um feitiço. Por outro lado, quem vibra no amor, constrói ao redor de si um campo energético protetor contra a ação de mentes negativas (mau olhado, feitiço, magia negra, etc). Do mesmo modo, afins se atraem.

CORPO BÚDICO É possível dizer que BUDDHI é o perispírito na acepção etimológica do termo: constitui a primeira estrutura vibratória que, envolvendo o espírito, manifesta-o de modo ativo. Sendo, este corpo, atemporal (como também o mental superior), usando a técnica de atingir essa dimensão superior das criaturas para, de lá, vasculhar seu passado. Tem-se conseguido detectar, assim, situações anômalas – vivências muito dolorosas sedimentadas no Tempo.

Composto pelas três Almas – Moral, Intuitiva e Consciencial – veículos e instrumentos do espírito. Neste corpo residem experiências e acontecimentos ligados ao ser e é de lá que partem as ordens do reciclar permanente das experiências mal resolvidas.

É o verdadeiro perispírito, ao final do processo evolutivo, quando os demais a ele se fundiram. É nele que se gravam as ações do espírito e dele partem as notas de harmonia ou desarmonia ali impressas, ou seja, as experiências bem significadas estão ali arquivadas e são patrimônio do espírito. As experiências mal resolvidas são remetidas de volta à personalidade encarnada para novas e melhores significações. E por ser, no espírito, o grande núcleo de potenciação da sua consciência cósmica, suas impulsões terão seus efeitos visíveis e somatizados no Corpo Físico ou no psiquismo da personalidade encarnada.

CORPO ÁTMICO, ESPÍRITO ESSÊNCIA OU CENTELHA DIVINA Na concepção do absoluto manifestado e manifestando em cada indivíduo, dá-se o nome de Atam ou Espírito. O Corpo Átmico ou Espírito puro, esse eu cósmico constitui a Essência Divina em cada ser criado. Disse JESUS: “Vos sois Deuses”, pois somos idênticos a DEUS pelo ser (essência), mas diferente dele pelo existir, pois DEUS é eternamente presente.

O evoluir do Homem consiste em viver e experienciar em todos os níveis da criação, desde o físico até o Divino ou Espiritual, para, desta experiência, recolher conhecimento e percepções que propiciam o desenvolvimento harmonioso de seu intelecto e sensibilidade de maneira a tornarem-no sábio e feliz. Ao longo de sua jornada evolutiva a criatura humana sofre sucessivas “mortes” e vai perdendo seus corpos, sem perder os “valores” inerentes a cada um deles. É como a flor que na sua expressão de beleza pura, contém a essência do vegetal por inteiro.

 

E a tal Tela Búdica, o que é?

Você sabia que existem técnicas trevosas apuradíssimas para provocar moléstias incuráveis ?

Ora, é sabido que a geração de moléstia física, por parte de agentes (espíritos) astrais, dificilmente tem condições de êxito pois todos os encarnados possuem órgão especial de defesa contra tais ações predatórias. Trata-se do que se costuma denominar de tela búdica. Esta tela (como vêem os videntes) está localizada nos limites exteriores do corpo etérico e se constitui de fina, mas protetora faixa de magnetismo condensado. Ela impede que os predadores desencarnados se apossem do corpo físico dos encarnados, fazendo do corpo somático um refúgio e fortaleza para seu dono. Sem esta tela estaríamos (estamos) todos a mercê do astral inferior, povoados por malfeitores de todo o tipo.

Acontece, porém que mesmo essa nossa proteção natural pode ser vencida, em determinadas condições. Para tanto, são necessários conhecimentos técnicos das trevas. Localizando brechas kármicas (ponto fracos das vítimas) eles agem através delas até se apossar de limitadas áreas do organismo físico, quando não dele todo. Quase sempre a ação se concentra em determinado órgão. Cravam cunhas de madeira tóxica ou espinhos astrais envenenados, renovando-os periodicamente, colocam ovóides que o parasitam implacavelmente, etc. Chegam, mesmo a trazer do núcleo ou das profundezas do Planeta materiais astralinos de baixíssima freqüência vibratória, que pões em contato direto com delicados tecidos do organismo. O resultado vem inexoravelmente, depois de algum tempo: rompem-se a tela búdica e sobrevem uma desarmonia localizada, com instalação de moléstia incurável.

É importante salientar, que muitas vezes, o rompimento da tela búdica da-se em processos alheios à obsessão. É o caso das viciações (Uso de cigarro, drogas, bebidas alcoólicas, sexo desregrado), cirurgias físcas, fraturas e rompimentos. Alguns tipos de doença (tuberculose, pneumonias, cirrose, etc.), também podem fragilizar ou romper essa proteção natural.

 

Tela búdica e a Mediunidade

A tela búdica pode ficar avariada por uma série de razões. Uma delas é quando tem problema por falta de uso da mediunidade. Apresenta-se com cor leitosa e com consequente somatização na forma de desajustes variados. A melhora somente se dará pela correção dos caminhos percorridos e o cumprimento dos compromissos feitos antes de reencarnarem. Há espíritos encarnados que passam a vida sofrendo, não se corrigem, desencarnam, passam um tempo de aprendizagem no espaço, e voltam com mesma carga para pagar seus débitos assumidos anteriormente. “Os nossos pecados nos alcançarão” e “ O bem que se faz, apaga o mal que se fez”, isto é axiomático e definitivo, ninguém escapa. Na eventualidade de que a tela esteja furada ou rasgada, sempre será o sinal de que infringimos a Lei do Amor!

Mas o que acontece de fato quando essa tela se rompe?

Em verdade, a TELA se rompe por haver uma sobrecarga vibratória, uma verdadeira sobrecarga elétrica. Essa sobrecarga elétrica forma verdadeiros curtos-circuitos, originando correntes de fuga, aquecendo todo o sistema de malhas da TELA ATÔMICA. Essas correntes de fuga, além de provocarem fenômenos eletrotérmicos, provocam campos eletromagnéticos que vão repulsar, ou melhor, quebrar a coesão que existe na TELA ETÉRICA ou ATÔMICA, fazendo com que a mesma se rompa. Ao romper-se, como é uma estrutura a nível etérico, estando engastada na intimidade do Duplo Etérico (Corpo Etérico), traz correntes de coagulação ao mesmo, com graves transtornos para todas as funções do organanismo e suas energias vitais, que podem levar o indivíduo à morte física. Os transtornos da esfera astrofísica se explicam pela ausência de comportas entre o vivencial passado e o presente, podendo levar o Ser até complicados processos do MUNDO ELEMENTAR, isto é, onde estagiam nos sítios da Natureza, Seres Elementares, que ainda não encarnaram uma só vez. Estão os mesmos ainda sendo ajustados em seus Organismos Astrais e Mentais, e suas formas, é claro, estão passando pelo processo de aperfeiçoamento e burilamento. É também por isso que muitas pessoas com a TELA ATÔMICA rompida parcialmente vêem verdadeiros “bichos”

Apometria

O termo Apometria vem do grego Apó – preposição que significa além de, fora de, e Metron – relativo à medida. Representa o clássico desdobramento entre o corpo físico e os corpos espirituais do ser humano. Não é propriamente mediunismo, é apenas uma técnica de separação desses componentes. A Apometria é uma técnica de desdobramento que pode ser aplicada em todas as criaturas, não importando a saúde, a idade, o estado de sanidade mental e a resistência oferecida.

O êxito da Apometria reside na utilização da faculdade mediúnica para entrarmos em contato com o mundo espiritual da maneira mais fácil e objetiva, sempre que quisermos. Embora não sendo propriamente uma técnica mediúnica, pode ser aplicada como tal, toda vez que desejarmos entrar em contato com o mundo espiritual.

fonte: https://tcmies.files.wordpress.com/2016/10/82fd1-transmuta25c325a725c325a3o.jpg?w=300&h=300

No atendimento aos enfermos, é utilizada a seguinte prática: Coloca-se inicialmente, por desdobramento, os médiuns em contato com as entidades médicas do astral. Uma vez firmado o contato, faz-se o mesmo com o doente, possibilitando dessa forma o atendimento do corpo espiritual do enfermo pelos médicos desencarnados, assistidos pelos espíritos dos médiuns que então relatam todos os fatos que ocorrem durante o atendimento, tais como: os diagnósticos, as cirurgias astrais, as orientações práticas para a vida, assim como a descrição da problemática espiritual que o paciente apresenta e suas origens.

Torna-se necessário ainda, que se faça proteção vibratória, através de preces e formação de campos de força e barreiras magnéticas ao redor dos médiuns. O tratamento dos obsessores (constitui um capítulo à parte), tal é a facilidade e eficiência com que os espíritos sofredores são atendidos. Em virtude de se encontrarem no mesmo universo dimensional, os espíritos protetores agem com muito mais profundidade e rapidez. Os diagnósticos são muito mais precisos e detalhados; as operações astrais são executadas com alta técnica e com o emprego de aparelhagem sofisticada em hospitais muito bem montados em regiões elevadas do astral superior. Esse é um dos grandes segredos do tratamento espiritual e será provavelmente um marco fundamental para a futura Medicina do Espírito.

Mentores de Cura

fonte: https://tcmies.files.wordpress.com/2016/10/e2886-apometria.gif?w=226&h=300

Os mentores de cura trabalham em diversas religiões, inclusive na Umbanda. São muito discretos em sua forma de se apresentar e trabalhar, e estas formas mudam de acordo com a religião ou local em que irão atuar. São Espíritos de grande conhecimento, seriedade e elevação espiritual.

São extremamente práticos, e não são dados a atendimentos corriqueiros, conversas banais ou ficar se estendendo a assuntos que vão além de sua competência ou nos quais não podem interferir, pois não são Guias Espirituais de consulta geral, no sentido ao qual estamos habituados na Umbanda. Em atendimentos, os Mentores de Cura, se dirigem ao raciocínio, buscam fazer o encarnado compreender bem as causas de suas enfermidades e a necessidade de mudança nessas causas, bem como a necessidade de seguirem à risca os tratamentos indicados. Quando precisam passar algum ensinamento o fazem em frases curtas e cheias de significado, daquelas que dão margem a longas meditações.

Alguns métodos de trabalho:  Cirurgia Espiritual no Corpo Físico, Cirurgia Espiritual no Duplo-Etérico (registro de mazelas), Cirurgia no Corpo Astral, Visita Espiritual, Cromoterapia, Fluidoterapia, Outros (florais, cristaloterapia, aromaterapia, etc. Em alguns casos os guias também indicam dietas, alimentos a serem evitados ou ingeridos para melhoria da saúde geral).

Agem nos males físicos, mentais, kármicos e espirituais.

Fonte: Apontamentos do Núcleo Mata Verde, com adaptações do autor publicada na Tenda Umbandista Caboclo 7 Flechas http://www.caboclo7flechas.com.br/ )

Fluído Cósmico Universal

fonte: https://i2.wp.com/images.slideplayer.com.br/1/65710/slides/slide_2.jpg

É a matéria elementar primitiva, da qual as modificações e transformações constituem a inumerável variedade de corpos da natureza. A pureza absoluta, da qual nada nos pode dar idéia, é o ponto de partida do fluido universal; o ponto oposto é o em que ele se transforma em matéria tangível. Como princípio elementar do universo, ele oferece dois estados distintos:

a) O da ETERIZAÇÃO ou de imponderabilidade, que se pode considerar como o estado normal primitivo, que é o mundo invisível, qualificados de fenômenos espirituais ou psíquicos, porque se ligam mais especialmente à existência dos espíritos. Nesse estado o fluido cósmico não é uniforme; sem deixar de ser etéreo, ele sofre modificações bastante variadas e mais numerosas, talvez, do que no estado de matéria tangível. Essas modificações constituem os fluidos diferentes que, apesar de procederem do mesmo princípio, estão dotados de propriedades especiais e dão lugar aos fenômenos particulares do mundo invisível. Para os espíritos, que também são fluídicos, esses fluidos tem aparência tão material, quanto à dos objetos tangíveis para os encarnados e são, para eles, o que são para nós as substâncias do mundo terrestre. Eles a elaboram e combinam para produzirem determinados efeitos, como fazem os homens com os seus materiais, ainda que por processos diferentes.

b) O da MATERIALIZAÇÃO ou mundo visível, qualificados como fenômenos materiais. Das várias combinações surge o chamado fluido elétrico, ou fluido elétrico animalizado, fluido magnético, princípio vital ou fluido vital.

Fluído Vital

O princípio ou fluido vital é a causa da animalização da matéria. A vitalidade, portanto, é uma propriedade da matéria universal, devida a certas modificações desta. Não é um atributo permanente do agente vital, mas se desenvolve com o corpo. É necessária a união de ambos para produzir a vida. Pode-se dizer que a vitalidade permanece latente, enquanto o agente vital ainda não se uniu ao corpo.

Sob o aspecto moral, os fluidos trazem o cunho dos sentimentos exteriorizados de ódio, inveja, ciúme, orgulho, egoísmo, violência, hipocrisia, bondade, benevolência, amor, caridade, doçura, etc. Com respeito ao lado físico, são excitantes, calmantes, penetrantes, adstringentes, irritantes, suavizantes, soporíferos, narcóticos, tóxicos, reparadores, expulsores,etc. O quadro dos fluidos seria, pois, o de todas as paixões, virtudes e vícios da humanidade, e o das propriedades da matéria, correspondentes ao efeito que produzem.

Ectoplasma

(Chico Xavier/André Luiz)Substância que emana do corpo de um médium capaz de produzir fenômenos de efeitos físicos ou aparições à distância. Trata-se de uma exalação fluídica, sensível ao pensamento, visível ou invisível, plástica, inodora, insípida, originalmente incolor, que tem a semelhança de uma massa protoplasmática.

Perispírito

O perispírito, ou corpo fluídico dos espíritos, é um dos mais importantes produtos do fluido cósmico. Apesar do perispírito e do corpo carnal terem o mesmo princípio de origem, no perispírito a transformação molecular se opera diferentemente, porquanto o fluido conserva a sua imponderabilidade e suas qualidades etéreas. Do meio onde se encontra é que o espírito extrai o seu perispírito, isto é, o envoltório perispirítico é formado com os fluidos ambiente. Por isso sua constituição vai variar de acordo com o mundo em que habita. Emigrando da Terra, o espírito deixa aí o seu invólucro fluídico e toma outro apropriado ao mundo onde vai habitar.

O espírito encarnado, conserva, com as qualidades que lhe são próprias, o seu perispírito, que, como se sabe, não fica circunscrito pelo corpo, mas irradia ao seu derredor e o envolve como que de uma atmosfera fluídica que se denomina AURA.

O pensamento do encarnado atua sobre os fluidos espirituais, como o dos desencarnados, e se transmite de espírito a espírito pelas mesmas vias, conforme seja bom ou mau, saneia ou vicia os fluidos do ambiente.

fonte: https://i1.wp.com/image.slidesharecdn.com/perisprito-v5-130422061350-phpapp01/95/perisprito15h-7-638.jpg

Forma-Pensamento

Pensamento, sentimento e energia são três palavras inseparáveis. Se pegarmos as primeiras letras de cada palavra, formamos a sigla pensene*, que melhor define este trinômio. É literalmente impossível para o ser humano ter um pensamento que não esteja impregnado de sentimentos e energias.

  • Definologia. O pensene, conceito fundamental para o entendimento do paradigma consciencial proposto pela Conscienciologia, é a unidade básica de manifestação integrada e integral da consciência em qualquer dimensão e representa a união indissociável do pensamento ou idéia, do sentimento ou emoção e da energia, atitude ou ação, sempre onipresentes. (Fonte: http://pt.conscienciopedia.org/, acesso em 15.04.2016)

O pensamento começa no cérebro, vai até o coração, volta para o cérebro e se exterioriza, tomando forma cheia de sentimento. Daí Jesus ter dito que o nosso tesouro está onde está o nosso coração. Tanto quanto na matéria física, o pensamento, em graus variados de excitação,gera ondas de comprimento e freqüência correspondentes ao teor do impulso criador da vontade ou do objetivo desejado.

Como se prevenir e cuidar-se?

Deve-se extinguir os maus fluidos com os bons fluidos. Como todos tem no seu próprio perispírito uma fonte fluídica permanente, todos trazem consigo o remédio aplicável. Dependendo apenas da VONTADE DA PRÓPRIA PESSOA. Deve-se fortalecer o perispírito para que atue como uma couraça contra as invasões inferiores. Isso se consegue através da reforma íntima, que leva o homem a trabalhar pela sua evolução moral, pois são as imperfeições da alma que nos coloca em sintonia com espíritos de baixo crescimento evolutivo, seja ele encarnado ou desencarnado.

O que é Kundalini ou Fogo Serpentino?

Kundaliní (em sânscrito: कुंडलिनी, Kundaliní) é uma energia física, de natureza neurológica, concentrada na base da coluna que significa, literalmente, “enrolada como uma cobra” ou “aquela que tem a forma de uma serpente”. É a energia do Universo.

Identificada pelos antigos como poder espiritual adormecido no osso sacro que só pode ser despertado por uma alma realizada de alto nível. Depois do despertar, a Kundalini atravessa seis chakras chegando ao coronário projetando um verdadeiro nirvana para o ser. (Fonte: http://sahajayoga.org.br/, acesso em 14.04.2016)

Kundalini, ou o “poder ígneo”, é a grande força magnética, o princípio universal de vida que existe latente em toda matéria. Também chamada “fogo serpentino”, é a vida que flui através dos centros vitais ou chakras. (fonte: http://www.caminhantes2.com/kundalini_51.html)

fonte: https://i2.wp.com/www.all-love.com/g1/alllove/appdata/hp/admin/620.gif

Anúncios